Pago muita tarifa bancária?

Pago muita tarifa bancária?

Ao abrir uma conta bancária obrigatoriamente é contratado e definido um pacote de tarifas. O que muitas pessoas não imagina é a possibilidade de reduzir os gastos com tarifas bancárias. Essa é uma economia perfeitamente possível, além de bastante favorável.
Tarifas bancárias consomem um valor razoável dos correntistas e podem prejudicar o planejamento financeiro. Por exemplo: se você paga R$ 89,90 de pacote mensal (padrão CEF), em um ano terá gasto R$ 1.078,80.

Como monitorar os gastos com tarifas bancárias?
É preciso consultar seu extrato. Faça uma comparação do seu pacote de tarifas com o que está sendo cobrado no seu extrato bancário.

Quando um pacote de tarifa bancária é vantajoso?
É importante saber que um pacote de tarifa só pode ser cobrado se houver saldo suficiente na conta, para não gerar excesso sobre limite. Se não existir saldo suficiente, não será cobrada, quando houver entrada de recursos, elas são cobradas retroativamente.
Um pacote de tarifa somente é vantajoso se for mais barato que a soma das tarifas avulsas de suas movimentações bancárias além do pacote essencial.
O que é um pacote essencial determinado pelo o banco central?

  • Fornecimento gratuito da primeira via de cartão com função débito;
  • Fornecimento de segunda via do cartão quando por iniciativa do banco;
  • 04 saques em guichê de caixa ou terminal de autoatendimento;
  • 02 transferências de recursos entre contas da mesma instituição (independente do meio onde for feita);
  • 02 extratos dos últimos 30 dias;
  • Consultas ilimitadas gratuitas através do Internet Home Banking;
  • 10 folhas de cheques para clientes aptos a utilizá-los;
  • Fornecimento anual de extrato consolidado de despesas bancárias (juros, encargos, multas, taxas e tarifas sobre operações de crédito).

Como reduzir os gastos com tarifas bancárias?
Precisa-se tomar algumas decisões para evitar gastos desnecessários.
Primeiro, unifique (se possível) suas contas bancárias em apenas um banco ou no menor número possível.
Segundo, utilize os meios alternativos de movimentação, preferencialmente caixas eletrônicos e Internet Banking, que costumam ter tarifas mais baixas ou as vezes nenhuma tarifa.
Terceiro, planeje seus saques e transferências de acordo com a franquia do seu pacote e organize-se para não precisar realizar vários saques e não precisar pagar tarifas avulsas por eles.
Quarto, prefira cartão de débito a pagamento em dinheiro: isso permite que você realize menos saques.
Quinto, consulte seus saldos e extratos na internet, pois são liberados de forma ilimitada, o que pode não ocorrer em outros canais de atendimento.
Sexto, negocie a isenção de tarifas com seu gerente se você tiver outros produtos bancários, como investimentos, cartões de crédito e previdência privada.

 

Nosso próximo artigo será? Não pague mais que R$ 3,00 de um boleto bancário.

Share this post